• Até 7 dias para devolver a compra
  • Enviamos para todo o Brasil!
  • Em até 12x sem juros no cartão
0
Seu carrinho está vazio

Dicas para utilizar ventilador no verão!

Publicado em 20.12.2023 |
Visualizações
5 visualizações

Em dias quentes, nosso corpo anseia por um ar mais fresco e refrescante, e é exatamente por isso que recorremos aos ventiladores. No entanto, você sabia que é necessário ter cuidados especiais ao utilizar um ventilador? Especialmente quando se trata de saúde, é essencial estar atento a certas precauções. Por isso, abordaremos esse tema crucial no blog de hoje.

Neste artigo você vai entender melhor:

- Benefícios de ter um ventilador

- Cuidados no uso do ventilador

- Entenda por que os ventiladores são mais econômicos do que os aparelhos de ar-condicionado.

- Qual escolher: ventilador ou ar-condicionado?

1 – Benefícios de ter um ventilador

Os ventiladores possuem a capacidade de afastar o ar estagnado, proporcionando um ambiente menos abafado. Além disso, apresentam uma excelente relação custo-benefício. À medida que as temperaturas elevam, os ventiladores começam a operar, oferecendo uma sensação refrescante com o ar que distribuem.

Um ambiente limpo contribui significativamente para a saúde. Por isso, não perca a oportunidade de conhecer os diversos modelos de ventiladores disponíveis em nosso site. Clique aqui para conferir!

Mas, qual é o segredo por trás da economia proporcionada pelos ventiladores? Em comparação com outros sistemas de refrigeração, os ventiladores se destacam por serem altamente eficientes em termos energéticos - Isso significa que podemos desfrutar de um ambiente mais fresco sem comprometer significativamente nosso consumo de energia.

Além disso, podem ser facilmente transportados para qualquer ambiente, inclusive em viagens, graças ao seu design compacto. Uma característica notável dos ventiladores, é a capacidade de serem utilizados em ambientes com janelas abertas, proporcionando uma circulação de ar fresco sem a necessidade de fechar o espaço.

Vale ressaltar que a manutenção de um ventilador é significativamente mais econômica em comparação com a de um ar-condicionado.

2 - Cuidados no uso do ventilador

O uso excessivo do ventilador pode levar a alguns problemas leves dos quais devemos estar cientes. Confira:

Ressecamento: O uso contínuo do ventilador pode deixar o ar mais seco. Portanto, é essencial utilizar o aparelho com moderação para evitar que o ambiente se torne excessivamente seco.

Ácaros e poeira: Manter a limpeza do ventilador em dia é crucial. Se não fizermos uma limpeza regular, ele pode acumular ácaros e poeira, espalhando-os pelo ambiente. É importante ressaltar que pessoas alérgicas podem começar a tossir devido à presença dessas impurezas. Além disso, a falta de limpeza adequada pode aumentar o risco de doenças respiratórias.

Como limpar: Durante a limpeza, certifique-se de desligar o ventilador da tomada. Remova a grade (muitos modelos possuem travas simples para isso) e limpe as pás com um pano úmido. Para a limpeza da grade, a combinação de água e sabão é eficaz e segura.

Posicionamento: A localização do ventilador é crucial para sua eficácia. Evite direcioná-lo diretamente para as pessoas, pois o fluxo de ar constante pode ser desconfortável. O ideal é posicionar o ventilador em um local estratégico para que o ar seja distribuído uniformemente pelo ambiente.

 3 - Entenda por que os ventiladores são mais econômicos do que os aparelhos de ar-condicionado.

Ao comparar os dois aparelhos, é evidente que o ventilador consome menos energia em comparação com um ar-condicionado. No entanto, é fundamental reconhecer as funções distintas de cada um: enquanto o ventilador apenas movimenta o ar, o ar-condicionado tem a capacidade de refrigerar o ambiente, o que naturalmente demanda uma quantidade maior de energia.

É crucial salientar que o consumo energético pode variar consideravelmente conforme a marca e o fabricante do aparelho de ventilação ou climatização. Geralmente, quanto maior a potência do equipamento, mais energia ele consumirá.

Além disso, é válido mencionar que muitos modelos de ar-condicionado também oferecem a função de ventilação. Quando operando nesse modo, o consumo de energia tende a ser significativamente reduzido. Assim, ao comparar o consumo de energia entre um ventilador e um ar-condicionado no modo de ventilação, observa-se que os níveis de consumo se aproximam, tornando a escolha entre eles uma consideração mais equilibrada em termos de eficiência energética.

4 - Qual escolher: ventilador ou ar-condicionado?

Ao comparar ventiladores e ar-condicionados, percebemos que o ventilador gasta menos energia do que o ar-condicionado. Mas é bom lembrar que cada um tem sua função: o ventilador só move o ar, enquanto o ar-condicionado esfria o ambiente, por isso ele gasta mais energia.

Também é legal saber que o quanto um aparelho gasta de energia pode mudar de acordo com a marca e o modelo. Geralmente, os aparelhos mais potentes gastam mais energia.

E tem mais: alguns ar-condicionados têm uma função só de ventilar. Quando usados assim, eles gastam bem menos energia. Então, se a gente olhar só a parte de ventilação, o gasto de energia do ventilador e do ar-condicionado fica parecido.

Gostou das informações? Para não perder nenhuma novidade sobre ventiladores e outros assuntos legais, nos siga nas redes sociais. Sempre tem coisa nova por lá!

Aceite os cookies e tenha uma melhor experiência em nosso site, consulte nossa Política de Privacidade.